sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Mata Ciliar ,essencial para vida do Igarapé

A qualidade da água dos igarapés depende da preservação das florestas ciliares.
Matas Ciliares são os corredores de floresta que ficam às margens de igarapés , rios ,lagos e olhos d'água ,possuem esse nome por atuarem como os cílios dos rios , protegendo os recursos hídricos.
Elas são ou deveriam ser protegidas por lei, sendo classificadas como Áreas de Proteção Permanente.
Principais funções das Matas Ciliares :
   .Controlar a erosão nas margens dos cursos d'água , evitando o assoreamento dos mananciais ;
   .Auxiliar na proteção da fauna local ;
   .Manter a quantidade e qualidade das águas ;
   .Filtrar os possíveis resíduos de produtos químicos com agrotóxicos e fertilizantes ;
   . Através de suas copas , interceptam e absorvem a radiação solar, contribuindo para a estabilidade térmica dos pequenos cursos d'água ;
   .Promover a integração com a superfície da água , proporcionando cobertura e alimentação para os peixes e outros componentes da fauna aquática.
Milhares de animais habitam nas matas do Tarumã dependendo totalmente destas florestas.
Depois de muita batalha os moradores do entorno do Igarapé Água Branca conseguiram impedir uma usina de asfalto de se instalar próximo as residências e do igarapé. Agora uma clareira foi aberta da noite para o dia com a intenção de construir um condomínio, estavam abrindo até bem perto das margens do igarapé .
Mais uma vez os moradores da rua se uniram e acionaram a Semmas , que advertiu e determinou a paralisação da obra .Esperamos que acompanhem o caso, pois essa área faz parte da mata ciliar do igarapé e de várias nascentes.


Um comentário:

Roberto Delfino (beto) disse...

Estimado amigos do Blog Água Branca Continuamos assitindo o desrespeito com a vida através da ação imobiliaria especulativa que degrada sem pena os ambientes onde chega. Tudo isso para o uso fruto de poucas pessoas.

Mesmo com toda a temática ecológica atual. Pergunta-se se Manaus pode ser mesmo vista como uma cidade com referências ambientais globais. Haja vista, as inúmeras açoes antrópicas em prol do desgaste do bioma do Tarumã.

A temática em foco aqui é saber o porque tantas ações privadas com objetivo ambiental predatório passam impunes aos olhos da jústiça. As Matas Ciliares e Igarapés do Tarumã continuam sendo agredidas de forma absurda pela ambição de pequenos grupos abastados do ramo imobiliário e outros seguimentos.

Sabe-se que o bioma Tarumã é de vital importância para sobrevivência de muitos seres vivos, na verdade segundo alguns estudiosos o Tarumã funciona como um regulador climático para a cidade de Manaus.

Acorda Manaus Povo, Prefeitura e Governo, Este igarapé poderá representar um grande feito ambiental para a comunidade manauara. Pois o atual pensamento ambientalista dita que o que está vivo deve permanecer vivo. Pois recuperar ambientes naturais custa caro e requer inovações tecnológicas, além de capacitação profissional especializada. Portanto isso até nos parece até uma questão intangível até o momento.

Roberto Delfino Maia
ONG-SALUTARMA
Parceira do Água Branca no Tarumã.